AGOSTO DOURADO: ALIMENTAÇÃO CORRETA ENRIQUECE O LEITE MATERNO

Frutas, vegetais, folhas, leites e derivados ajudam no aleitamento

A campanha ‘Agosto Dourado’ tem como objetivo proteger, apoiar e incentivar às famílias sobre o aleitamento materno. Assim como o fortalecimento da amamentação exclusiva até os seis meses de idade para o desenvolvimento dos pequenos. E para que os bebês cresçam de forma saudável, as mamães também devem ter uma alimentação equilibrada e variada, sendo importante ingerir frutas, cereais integrais, legumes e verduras, evitando o consumo de alimentos industrializados e com alto teor de gordura.

Nutricionista na maternidade do Complexo Saúde de Piabetá, Thamires Teixeira esclareceu sobre os alimentos que podem e não podem ser ingeridos pelas futuras mamães. “As gestantes devem se alimentar bem nessa fase porque não estão só nutrindo o seu corpo e sim nutrindo um bebê. Além dos vegetais e legumes, também indico sempre alimentos ricos em integrais e grãos para melhorar o funcionamento intestinal. E não indico o consumo em excesso de cafeína, e os chás somente devem ser ingeridos se tiver alguma indicação médica”, afirmou.

Segundo a nutricionista, alguns cuidados com a alimentação também devem ser tomados durante a amamentação. “Depois que o neném nasce devemos pensar no aleitamento materno, então não deve fazer algum tipo de restrição a não ser que o bebê tenha alguma intolerância. Nessa fase, é preciso ingerir bastantes frutas, vegetais, folhas, leites e derivados que ajudam no aleitamento. E as mães têm que evitar alimentos que transmitem doenças como carnes cruas em geral, que contém uma fonte muito alta de bactérias. Bebidas alcoólicas e refrigerantes também não são recomendados durante a gestação e seis meses após o nascimento”, explicou.

A nutricionista também reforçou a importância de uma alimentação correta para a saúde durante e após a gestação. “Durante a gestação, as mães devem ter muito cuidado com a alimentação, muitas acham que podem comer de tudo e acabam ganhando muito peso. Ou pode ocasionar alguma doença como a diabete gestacional. Depois que o bebê nasce, é importante que seja incentivado o aleitamento materno e para isso, a mãe precisa estar bem nutrida”, finalizou.