CEPTA INCENTIVA PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA EM MAGÉ

Magé é o maior produtor agrícola da Baixada Fluminense, segundo dados do escritório local da EMATER que atua em conjunto com a Secretaria Municipal de Agricultura Sustentável no incentivo e promoção da vocação rural da cidade.

Neste mês cerca de 30 mil mudas de palmito pupunha serão repassadas a preços mais baixos aos produtores rurais de Magé a partir do programa de crédito rural e de incentivo à produção. A primeira carga com 15 mil mudas chegou na terça-feira, 04 de abril, e a segunda será entregue na próxima semana.

A iniciativa faz parte do programa de incentivo do Cepta, o Centro de Ensino, Pesquisa e Treinamento em Agroecologia, órgão municipal que oferece apoio e suporte aos agricultores da cidade para desenvolver o cultivo de alimentos sem uso de agrotóxicos (orgânicos), que mediou a venda das mudas que custaria de R$ 2,50 a R$ 3,00 por unidade e os produtores poderão adquirir por R$ 1,16 a unidade da muda mais o frete.

Segundo Aloísio Sturm, engenheiro agrônomo e diretor técnico do Cepta, “as mudas adquiridas são de alta qualidade e produzem de três a quatro vezes em um ano de cultivo. Num solo preparado cada muda dessa pode produzir palmito de 15 a 20 anos”.

O lucro para um produtor de palmito pupunha ultrapassa 1.000%. Na feira da cidade que acontece em Piabetá e no Centro de Magé, o preço de uma bandeja sai para o consumidor por R$ 12,00. Já nas feiras do circuito da cidade do Rio de Janeiro, o palmito é vendido em média por R$ 20.

Todos os produtores rurais recebem suporte com apoio e orientação para a análise, preparo e correção do solo, com drenagem e irrigação que ocorrem durante todo o processo de cultivo que realizado em conjunto com a equipe técnica local da Emater que também participa do programa de incentivo.

Além das mudas, o projeto de crédito rural também ajudou na compra dos insumos como o calcário usado na preparação do solo e adubo de galinha. “O escritório local da Emater preparou o projeto de crédito rural que foi financiado junto ao Banco do Brasil para os produtores rurais de Magé”, explica o engenheiro agrônomo da Emater, Edison Rodrigues.

 

Fotos: Gerson Peres

04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-131 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-111 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-100 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-94 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-73 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-68 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-63 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-37 04-04-2017-chegada-de-mudas-de-pupunha-cepta-fotos-gerson-peres-2

 



Deixe uma resposta