DEFESA CIVIL LEVANTA DANOS CAUSADOS PELA CHUVA

Depois da forte chuva que atingiu o município nesta quarta-feira (7), a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa Civil, junto a Defesa Civil do Estado, está realizando o levantamento das áreas que sofreram maiores danos em Magé. A ocorrência mais grave notificada foi na Rua Município de Campos, Centro de Magé, ontem uma garagem e o acesso para duas residências desabaram.

Foram registrados vários pontos de alagamentos no 1º e no 4º distrito. “Tivemos vários pontos de alagamento na cidade, devido à maré cheia e muita chuva na serra, com o encontro  das águas da maré com a cheia dos rios que não tiveram para onde escoar. Mas quando a maré começou a baixar, a água baixou rapidamente. O evento de maior gravidade no município foi o deslizamento sem nenhuma vítima de um muro que descolou das casas, que segundo o relato dos moradores vinha sofrendo infiltrações, e não se preocuparam nem informaram a Defesa Civil”, explicou o secretário de Proteção e Defesa Civil, Eduardo Domingues.

Até o momento são cinco pessoas desalojadas no primeiro distrito, das duas casas interditadas na Rua Município de Campos. A Defesa Civil está fazendo o levantamento dos danos em Suruí. “Com o acúmulo de água ocorreu o deslizamento. A previsão de melhora de tempo é para domingo, quando poderá ser feita uma nova avaliação da situação. Até lá ficará interditado, e a Defesa Civil está tomando as providências necessárias para tentar conter novos deslizamentos no local, como o esvaziamento da piscina e a colocação de lonas”, explicou o geólogo Celso Lúcio.



Deixe uma resposta