FEIRA DO CONHECIMENTO LEVA CIÊNCIA E SUSTENTABILIDADE PARA O CALÇADÃO

A manhã desta quarta-feira (31) foi de ciência e aprendizado na fase final da segunda edição da Feira do Conhecimento da rede municipal de Educação de Magé. Os dez melhores projetos foram classificados após as duas fases e escolhidos para a grande final, onde os alunos apresentaram os projetos aos mageenses que passavam pelo Calçadão.

Em 2018, o tema da feira foi ‘Novas práticas de sustentabilidade’. Ao longo do semestre, os alunos usaram a criatividade e deram origem a projetos inovadores. “Nossas escolas produziram todos os tipos de materiais. Temos escolas que mudaram suas próprias estruturas com uma rede de captação de água das chuvas para abastecer uma horta. Nós temos escolas que planejaram estruturas para uma creche da rede. Também contamos com uma escola que mostrou um projeto que mostra como é viver em uma casa sustentável. Nossa rede está pensando a sustentabilidade para as demandas atuais e futuras”, explicou Rodrigo Félix, coordenador da feira e dos anos finais da rede.

A feira aconteceu em três fases: na primeira, as turmas produziram trabalhos em sala de aula sobre as questões sociais e ambientais; na segunda foi a apresentação dos melhores projetos ao público e a banca escolheu as 10 escolas que passaram para a última, quando a escola vencedora foi escolhida.

Projeto vencedor

A E.M. Dr. Mário Pinheiro é a grande campeã da Feira do Conhecimento 2018. Os alunos do 6º ano apresentaram uma maquete da unidade explicando o projeto Sala de Aula Verde. “Montamos uma horta na parte externa da escola para que as merendeiras usem legumes, como couve, alface e outros alimentos. Está tudo muito caro e com a nossa horta, a escola economiza. Fizemos o plantio na parte que era de terra e agora temos dois canteiros”, explicou o aluno Lucas Souza.

Com a horta pronta, os alunos tiveram a ideia de dar uso ao excesso de água da caixa que abastece a unidade para regar a área de cultivo. “Antigamente, a caixa d’água da escola enchia, a água ficava vazando e prejudicava a pintura. Agora, em vez da água vazar, colocamos uma mangueira para canalizar o excesso de água para um barril e quando estiver cheio, molha as plantas”, explicou Brendo Rodrigues, aluno da escola.

Segundo o coordenador da feira, a Secretaria de Educação e Cultura vai presentear os alunos vencedores com um passeio. “Nós vamos contemplar a escola com um ônibus para um passeio à uma Instituição que trabalhe com sustentabilidade. O objetivo é que os alunos continuem pensando nessas práticas sustentáveis e que possam implementá-las não só na escola, mas em outros lugares”, detalhou.

A secretária de Educação e Cultura, Álison Brandão visitou os estandes e comemorou o sucesso da segunda edição da Feira. “Nesse ano tivemos várias práticas de sucesso e muitas como a da escola Dr. Mario Pinheiro, onde os alunos apresentaram os projetos que estão acontecendo dentro da unidade de ensino. Não é o que está no livro, não é o que o professor ensinou, é a proposta que o aluno construiu! Vemos nos trabalhos o que os alunos praticam com os professores em sala de aula, ele interage e constrói, e o resultado estamos vendo ao vivo. As práticas sustentáveis não ficaram só na teoria, elas estão acontecendo e transformando as comunidades escolares. Nossos alunos estão de parabéns pelo empenho”, finalizou.

Confira o resultado final:

1º lugar – E.M Dr. Mário Pinheiro
2º lugar – E.M Profª Ophélia Ribeiro Martins
3º lugar – E.M Parque Boneville
4º lugar – E.M Vereador Geraldo Ângelo
5º lugar – E.M João Esperidião



Deixe uma resposta