PREFEITURA ABRE PROCESSO INVESTIGATIVO NO HMP

A Prefeitura de Magé abriu nesta segunda-feira (4), um processo investigativo na Maternidade de Piabetá, sobre o caso do bebê que nasceu na última sexta-feira (1) na unidade e veio a óbito no último domingo (3), no Hospital Daniel Lipp, em Duque de Caxias, local onde o recém-nascido foi transferido.

O processo consiste na análise documental interna e relato dos profissionais envolvidos, audição da família, parecer técnico do Corpo de Bombeiros que realizou a transferência da paciente, análise documental do Hospital Daniel Lipp, análise documental conjunta (interna, Bombeiros e Daniel Lipp), medidas administrativas e conclusão.

Na análise documental interna, a equipe responsável verificou os prontuários e procedimentos realizados. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afastou a médica responsável pelo procedimento até que sejam concluídas as investigações e vai encaminhar todas as etapas de investigação para conhecimento da família.

A SMS já comunicou a família e se colocou a total disposição para prestar esclarecimentos e ofertar toda assistência necessária a qualquer momento e local desejado.

A Maternidade de Piabetá acolheu a família e prestou todo atendimento quando a mãe deu entrada com o parto natural em processo, onde foi acompanhada durante toda a evolução. O bebê nasceu e apresentou quadro de insuficiência cardiorrespiratória, foi regulado e preparado para a transferência, sendo encaminhado ao Hospital Daniel Lipp, em Duque de Caxias, em viatura adequada do Corpo de Bombeiros, que atua em casos de transferência de recém-nascidos.

As próximas etapas serão realizadas respeitando a ética do atendimento médico que preza pela não exposição dos pacientes e serão acompanhadas pela família envolvida, assim como representantes médicos e legais.



Deixe uma resposta