CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO EM TEMPOS DE COVID-19

Foto: Divulgação

Além de todo o cuidado com a saúde, a pandemia alterou os hábitos da população. Na internet, pessoas indicam cardápio que levam às pessoas a se alimentarem de  forma incorreta, e até mesmo, perigosa, na tentativa de prevenir a doença.

Especialistas em alimentação ressaltam que “nenhum nutriente ou alimento específico protege contra a Covid-19. A recomendação é manter uma alimentação equilibrada, além de evitar excluir algum grupo alimentar do cardápio. Dietas restritivas neste momento podem comprometer a saúde”, orienta a nutricionista Daianne de Oliveira, que coordena o Departamento de Nutrição da Secretaria Municipal de Saúde de Magé.

De acordo com a OMS, o vírus não é transmitido por alimentos, que precisam ser bem higienizados antes de serem guardados e é muito importante manter os cuidados. A nutricionista também relacionou uma série de dicas para uma alimentação melhor, neste momento:

  • Lavar as mãos antes de manipular os alimentos e não tossir ou espirrar sobre eles; Não consumir carnes e ovos crus; higienizar frutas, verduras e legumes em água corrente e colocá-los em solução de hipoclorito de sódio; manter os alimentos protegidos em embalagens ou recipientes;
  • Alimentos crus como folhas e frutas com casca, precisam ser lavados e desinfetados em solução clorada: use 10 ml de solução clorada para cada litro de água e mantenha os alimentos imersos de 10 a 30 minutos nesta solução. Enxágue em água corrente e seque bem com papel-toalha ou pano de prato limpos. Se não consumir diretamente, guarde em geladeira em saco plástico fechado ou em um recipiente com tampa;
  • Alimentos embalados devem estar dentro do prazo de validade, a embalagem deve estar lacrada e livre de amassados, furos ou áreas estufadas e o conteúdo não deve apresentar alterações de cor, cheiro ou consistência. Limpe e higienize bem as embalagens antes de abri-las;
  • Não compre legumes e frutas amassadas ou com pequenas deformidades para comer cru, pois foram manipulados e não é possível desinfetá-los em solução clorada;
  • Caso tenha legumes ou raízes excedentes, prepare em forno ou leve para um cozimento, sem finalizar o processo. Divida em porções e congele por até três meses;
  • Prefira consumir proteína animal cozida, pois o calor do cozimento elimina quaisquer micro-organismos;
  • Não use talheres ou copos compartilhados sem higienizá-los corretamente: lave com água quente e sabão, e borrife álcool ao final;
  • Lembrando que além de aderir a uma alimentação saudável e equilibrada, dormir bem, fazer atividade física e manter-se hidratado são aliados para melhorar a imunidade.

Para acessar o guia completo de alimentação saudável em tempos de covid-19, da Associação Brasileira de Nutrição, só clicar AQUI. 

Equipe de nutrição da Secretaria de Saúde, em ação antes da pandemia.
Foto: Acervo

 

 

 

 

Texto: Philipe Campos