FUNDAÇÃO EDUCACIONAL PRODUZ E DISTRIBUI MÁSCARAS EM FILAS

A Fundação Educacional e Cultural de Magé intensificou o trabalho de produção e distribuição de máscaras no município. O acessório de proteção está sendo produzido em pontos distribuídos pelos distritos e entregue gratuitamente em filas. A medida busca evitar a disseminação do novo coronavírus.

O oficineiro da Fundação, Denis Rodrigues, diz que as máscaras descartáveis são para as pessoas que vão desprotegidas para as filas e aglomerações. Para atender a demanda, a produção está em ritmo acelerado. “Em um mês de trabalho produzimos cerca de dez mil máscarase diariamente estamos distribuindo em torno de 800 unidades”, contou.

As máscaras estão sendo produzidas em diversas unidades escolares e na Casa Mageense de Cultura. Michele Franco, diretora da Creche Municipal Ana Lúcia, em Suruí, detalha o trabalho de produção das máscaras. “Tivemos instruções do Denis para produzir a máscara com muito carinho e cuidado, para que a população receba tudo certinho e higienizado sem o menor problema”, afirmou Michele.

Rosiane Franco, diretora da Creche Municipal Aracy da Silva Corrêa, em Fragoso, falou sobre a importância da utilização da máscara em meio à pandemia. “É o que nos ajuda a proteger a população pra que a gente não transmita o vírus de uma pessoa para outra”, pontuou a diretora.

A distribuição das máscaras está sendo realizada diariamente em locais onde há aglomerações e filas, e qualquer pessoa que não estiver utilizando pode buscar a sua na Casa Mageense de Cultura, localizada na Rua Alcindo Guanabara, nº39, no Centro do 1º distrito.

O pedreiro Daniel Vicente aprovou o cuidado com a população. “Eu achei uma boa, porque se cada um fizesse a sua parte, estaria melhor e não estaria causando tanta doença”, afirmou.

Além do trabalho de distribuição de máscaras, também foi realizada a distribuição de lanches na fila da Caixa Econômica Federal, no Calçadão de Magé. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos deu biscoitos e sucos aos cidadãos que aguardavam nas filas.

“Estamos aqui para dar um acolhimento às pessoas que estão na fila da Caixa distribuindo esse lanche. Durante a noite damos um café com bolo para quem estiver na fila aguardando a liberação do recurso do Governo Federal”, afirmou a secretária da pasta, Álison Brandão.