PREFEITURA PREPARA NOVO CENTRO DE DIAGNÓSTICOS POR IMAGEM

A unidade será reaberta em abril com equipamentos modernos e 11 exames

A Prefeitura de Magé está se preparando para reabrir o novo Centro de Diagnósticos por Imagem (CDI), em Piabetá. A unidade faz parte do Complexo Municipal de Saúde e foi encontrada com apenas um aparelho de ultrassonografia e um de radiologia funcionando parcialmente e em estado decadente. O CDI terá 11 exames de imagem e vai reabrir com Tomografia Computadorizada.

“Encontramos a unidade sem condições de abrir, com apenas um aparelho de radiologia funcionando parcialmente, porque o Raio X é digital, mas nunca funcionou como digital por falta de uma rede no computador. Vamos reabrir a unidade em abril com exames de qualidade para a população”, explicou Larissa Storte, diretora médica do CDI.

A grande novidade da unidade é a tomografia computadorizada, mamografia digital e o ecodoppler que é um tipo de ultrassom, com técnicas específicas, que permite a visualização colorida do fluxo de sangue nas artérias e veias do corpo, ajudando a verificar o funcionamento de tecidos, como as paredes do coração, nervos e cérebro.

“Nossos pacientes terão um serviço altamente qualificado. Nossa unidade vai reabrir com tomografia computadorizada, ecocardiograma bidimensional com doppler, raio X digital, mamografia digital, densitometria óssea, endoscopia, colonoscopia, densitometria óssea, ultrassonografia ginecológica e obstétrica, eletrocardiograma, dopplerfluxometria de membros inferiores e também de carótidas”, detalhou a diretora.

Mutirões e mais exames

Após a reabertura do Centro, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai realizar mutirões de exames para zerar a fila de espera. Larissa diz que “duas semanas após a abertura da unidade começarão os mutirões, inclusive aos sábados, para atender a todos que aguardam pelos exames”.

A SMS garantiu também que os mageenses terão o exame de Ressonância Magnética.

“Não teremos o aparelho na unidade, mas o mageense terá o exame garantido. Teremos um carro disponível para levar os pacientes que precisam de ressonância magnética para o local em que o exame será feito. Ele vai chegar na unidade com a data agendada, levaremos até a clínica e depois retornaremos com o paciente”, garantiu a subsecretária de Saúde, Ana Paula Curi.

Fotos: Alvaro Carvalho