SECRETARIA DE SAÚDE DE MAGÉ ALERTA PARA A POSSÍVEL FALTA DE VACINAS NA PRÓXIMA SEMANA

Etapa vai até 9 de maio, agora a vacinação acontece em todas as USFs

A 2ª fase da campanha de vacinação contra a gripe que começou ontem, vai até 9 de maio. O Ministério da Saúde determinou a inclusão dos portadores de doenças crônicas e trabalhadores da área de transporte como caminhoneiros, motoristas de coletivos e portuários e crianças de 6 meses a menores de 6 anos no público-alvo. Mas a Secretaria Municipal de Saúde de Magé alerta que a vacina pode faltar na rede, mas a população será informada do reabastecimento assim que a Secretaria Estadual efetuar a liberação de um novo lote.

“Fomos abastecidos com 10.000 doses para esta fase, que teria como meta 5.853 pessoas a serem vacinadas de acordo com a estimativa do Estado. Mas com a inclusão dos motoristas de diferentes setores que não temos o número e os doentes crônicos que vão aumentar em mais de 25.000 pessoas o público-alvo desta etapa, por esse motivo pedimos à população que acompanhe as nossas redes sociais e sites oficiais para se manterem informados.

Quem é o público alvo?

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos.
  • Professores de escolas públicas e privadas.
  • Profissionais das forças de segurança e salvamento.
  • Portadores de doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais.
  • Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários.

Primeira fase

A primeira fase, que encerrou na quarta-feira (15), foi voltada para idosos e profissionais da saúde. O Centro de Imunização do município registrou a liberação de cerca de 40 mil doses da vacina só na primeira fase.

Terceira fase

A 3ª e última etapa da campanha de vacinação contra a gripe está prevista para começar no dia 9 de maio, sábado. Neste dia, a vacinação será das 8h às 17h e nos demais dias seguirá das 8h às 12h, até o final da campanha.

Nessa fase, os grupos que deverão receber as doses são

  • Gestantes e mulheres que tiveram filhos nos últimos 40 dias (puérperas).
  • Adultos a partir dos 55 anos de idade.
  • Pessoas com deficiência.

Texto: Philipe Campos