PREFEITO REÚNE-SE COM COMERCIANTES E EXPLICA MEDIDAS RESTRITIVAS PARA O SUPER FERIADÃO

Além do enfrentamento ao Covid, reunião também tratou de estacionamento e coleta de lixo

Encontro levou cerca de 200 comerciantes de Piabetá ao Colégio Estadual Professora Alda Bernardo dos Santos (FOTO: Gilson Jr.)

Em reunião com cerca de 200 comerciantes nesta quinta-feira (25/03), o prefeito de Magé, Renato Cozzolino, explicou que, apesar do super-feriado entre os dias 26 de março e 4 de abril, Magé não terá lockdown. “Não vou fechar o comércio em Magé, pois não temos condições de enfrentar um novo lockdown. Os comerciantes precisam respirar”, garantiu ele, durante encontro no Colégio Estadual Professora Alda Bernardo dos Santos, no Centro de Piabetá. Antes de assinar um novo decreto – 3.446/21 – regulando as medidas para os próximos dez dias, o chefe do Executivo adiantou que cachoeiras, parques, praças e demais áreas de lazer teriam o acesso fechado. “Os pontos turísticos são locais que, se a gente não fechar, vai haver muita aglomeração”, salientou.

O evento, que contaria apenas com lojistas da Rua Brasil, foi marcado para discutir a implantação do Restaurante Popular no município. Mas, com o agravamento da pandemia e a decretação do super-feriado, o assunto ganhou destaque. A nova pauta provocou um aumento na participação e a reunião, que seria em um auditório menor, foi transferida para o pátio do colégio. Quando a discussão sobre a pandemia começou e o prefeito avisou que não haveria lockdown, a plateia aplaudiu. “Preciso que cada um de vocês seja consciente e que cumpra o que está previsto no decreto assinado por mim”, pontuou. Renato estava se referindo ao funcionamento de lojas, bares, restaurantes e afins, à obrigatoriedade do uso de máscara e da aferição de temperatura e à oferta de álcool gel 70%, dentre outras coisas.

Gerente de uma loja que realiza casamentos, Elenilda Costa, 47, assegurou que a pandemia causou estragos nos negócios. “Nosso segmento foi muito atingido. A gente ficou um tempo sem saber como proceder com os noivos”, afirmou. Ela elogiou a reunião e disse que foi bom ouvir do prefeito o que será feito durante os próximos dias. Subsecretário de Trabalho, Emprego, Indústria, Comércio e Geração de Renda, Leandro Valente comentou que diversas demandas dos comerciantes foram tratadas: “Uma das principais foi a coleta de lixo. Agora, vamos fazer duas coletas por dia, ao invés de apenas uma como antes”. O prefeito adiantou ainda que pretende enviar um projeto para a Câmara de Vereadores para criar zonas de estacionamento rotativo gratuito nos centros dos distritos mageenses.

Desemprego

No início da reunião, Victor Vidal, captador de vagas do Sistema Nacional de Empregos, o Sine, fez um apelo aos comerciantes, pedindo a eles que cadastrem os seus negócios no balcão de empregos. “Precisamos envolver os empresários nessa cruzada contra o desemprego. Temos 11.000 currículos cadastrados e apenas 45 empresas. É necessário aumentar o acesso do empregador na nossa plataforma”, declarou. Empregadores e empregados que quiserem se cadastrar no Sine, liguem para os captadores de vaga através dos telefones: 99383-8618 (Victor) e 96636-7768 (Luiz Gonçalves).

Notícia anteriorMAGÉ VACINA IDOSOS NO FERIADÃO
Próxima notíciaCONSELHO DE MEIO AMBIENTE APROVA PLANO DE RECUPERAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA