SANTO ALEIXO GANHA BANHO DE LOJA COM ASFALTO E NOVO PONTO DE ÔNIBUS

Obras no segundo distrito chegaram aos 300 metros da Rua Santo Aleixo e à Praça Maria Melo

A Prefeitura de Magé segue realizando obras que estão mudando a cara do segundo distrito. Depois de asfaltar as ruas José Lemos e Juvenal Mariano, todas transversais da Rua Saquarema, chegou a vez da Rua Santo Aleixo ganhar sua pavimentação. “Queremos dar mais dignidade aos moradores e respeitá-los com a garantia do direito de ir e vir sem que, para isso, tenham que pisar na lama ou não ter como sair de casa”, afirmou o prefeito Renato Cozzolino. Além disso, os funcionários da Secretaria de Infraestrutura estão preparando a Praça Maria Melo para receber um novo ponto de ônibus.

Na rua, 100 toneladas de asfalto foram usadas para 300 metros de via. Coordenador Regional da Infraestrutura em Santo Aleixo, Vagner Alves comentou que o prefeito já anunciou que as próximas transversais da Saquarema a receberem a pavimentação são as ruas Buraco Quente e Boas Novas. Moradora antiga, a dona de casa Célia Gulão, 65 anos, disse que o asfalto deixou contentes as mães e pais que têm filhos pequenos. “Muitos ficaram felizes com a obra porque vão poder sair com os carrinhos de bebê sem precisar se preocupar com a lama ou os buracos”, declarou.

Um dos pioneiros a construir casa no lugar, Orlando da Veiga, 88, agradeceu pela pavimentação. “Está tudo muito bonitinho. Eu quase não saía de casa porque era muito complicado caminhar pela rua toda esburacada com a bengala que eu próprio fiz. Agora, está uma beleza”, contou. Não muito longe dali, na Praça Maria Melo, a obra vai mudar o tráfego de ônibus na Rua Waldemar Lima Teixeira. A Prefeitura está construindo um novo ponto de ônibus coberto e um banheiro para os mototáxis. Também está refazendo 300 m de calçada, instalando um novo guarda-corpo e 23 postes de LED e replantando dois ipês.

(Fotos: Gilson Jr.)

Notícia anteriorMAGÉ TEM PROGRAMAÇÃO PARA AS FAMÍLIAS NO MÊS DA 1ª INFÂNCIA
Próxima notíciaMAGÉ ABRE SEGUNDA TEMPORADA DO PROJETO EDUCAÇÃO PATRIMONIAL