AUXÍLIO GÁS É ENTREGUE PARA 250 FAMÍLIAS EM EXTREMA VULNERABILIDADE EM MAGÉ

Beneficiários terão um mês para retirar os botijões em lojas de três distribuidoras na cidade

O prefeito de Magé, Renato Cozzolino, participou, nesta terça-feira (15/03), da entrega dos vouchers do Auxílio Gás para 250 famílias cadastradas nos oito centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município. A cerimônia, que aconteceu na Casa dos Conselhos, no primeiro distrito, foi simbólica e contou com a presença de moradores e de representantes da Fundação Banco do Brasil, da Emater-RJ e da Agroverde, instituições parceiras da Prefeitura no projeto Brasileiros pelo Brasil. “Desde que comecei o meu mandato, tenho me preocupado muito em desenvolver políticas públicas para as pessoas em extrema vulnerabilidade”, disse o prefeito.

Como exemplo, Renato citou a Padaria Popular, a Funerária do Povo e o aumento do número de cestas básicas. “No meu governo, tripliquei este benefício: de 900 cestas para 3 mil”, garantiu. A secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Flávia Gomes, explicou que as 250 famílias que receberam o Auxílio Gás também foram beneficiadas, em dezembro de 2021, com as cestas verdes, contendo cereais e hortifrutis. “Estamos, com a entrega dos vouchers, realizando a segunda etapa da parceria com as instituições do Brasileiros pelo Brasil. São famílias que precisam muito da ajuda que está chegando na forma de um botijão de gás”, atestou Flávia.

Ela acrescentou que os beneficiários, todos inscritos no CadÚnico, terão um mês para a retirada do botijão em uma das lojas de três distribuidoras da cidade: Serra Mar Gás Comercial, Disque Gás Certo e Gás Garin de Suruí. O voucher, de cerca de R$ 100, dá direito a um botijão e não tem relação com o Vale-Gás distribuído para os inscritos no Auxílio Brasil do Governo federal. Superintendente local da Emater, Edison Rodrigues Cruz explicou que 2.500 pessoas de sete cidades fluminenses estão recebendo o Auxílio Gás. “É uma ajuda que chega em muito boa hora por conta do aumento do preço do gás e dos combustíveis”, destacou.

Duas beneficiárias concordaram e disseram que o voucher “caiu dos céus”. “Na minha casa, moramos eu, minha filha e meu neto. Eu e ela estamos desempregadas. Então, esse gás vai nos ajudar muito na hora de botar comida no prato”, declarou Cristiane da Silva Mustrange, moradora de Vila Nova cadastrada no CRAS Magé I. A Rosilene Pacheco, que mora na Barbuda, lamentou que o gás esteja caro. “Tenho conseguido comprar o botijão só quando aparece trabalho. Geralmente, faço faxina na igreja perto de casa e eles me pagam. Só assim, compro gás”, admitiu. Também participaram da entrega dos vouchers a primeira-dama de Magé, Lara Torres, e Henrique Carracena, representante da Agroverde.

(Fotos: Gilson Jr.)

Notícia anteriorDRIBLE A CRISE NA FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR DE MAGÉ
Próxima notíciaPROFESSORES DA ESCOLA PARQUE VISITAM UNIDADE DE CONSERVAÇÃO EM MAGÉ