MAGÉ TERÁ COMPLEXO TERAPÊUTICO COM CRECHE, USF E CENTRO DE EQUOTERAPIA

Local abrangerá também unidade de conservação ambiental com 20 mil metros quadrados

O município de Magé vai ganhar, no bairro Vila Nova, região central do 1º distrito, um grande complexo terapêutico com creche, USF, centro de equoterapia, entre outros equipamentos públicos, como quiosque, academia da saúde, castelo d’água e açude, guarita e estação de tratamento de esgoto. O complexo projetado pela Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo vai abranger ainda, com apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, uma unidade de conservação ambiental de 20 mil metros quadrados, com espécies nativas da Mata Atlântica.

De acordo com o prefeito Renato Cozzolino, a área de cerca de 50 mil metros quadrados cercada de verde pertence à administração pública municipal e estava sem utilização há mais de 10 anos. O prefeito visitou o local nesta quarta-feira acompanhado dos secretários Marcus Pencai (Habitação e Urbanismo), Sílvio Furtado (Meio Ambiente) e Bruno Lourenço (Comunicação e Eventos) e do vereador Vinicius Nina (membro das Comissões Permanentes de Transporte e Segurança Pública e Saúde).

“Aqui, nesta área, foi investido dinheiro público e está sem utilidade há muito tempo. Assim que tomei conhecimento disso, visitei a área e fizemos este projeto do complexo terapêutico, com espaço também de lazer para as famílias, dando vida para a localidade abandonada nos últimos anos. Além disso, com a instalação da área de conservação ambiental, passaremos a receber o ICMS verde, importante para a questão financeira do município”, ressaltou o prefeito Renato Cozzolino.

O secretário de Habitação e Urbanismo, Marcus Pencai, destacou o valor agregado ao projeto com a instalação da unidade de conservação ambiental no local.

“Realizamos hoje (quarta-feira) uma visita técnica ao local para continuar tocando o projeto, que teve o apoio da Secretaria de Meio Ambiente com a proposta de transformar tudo isso aqui em unidade de conservação. A ideia não modificou o projeto original mas agregou um valor muito grande, já que só iríamos ocupar com os equipamentos, sem derrubar nenhuma árvore, cerca de 10% de uma área total de 50 mil metros quadrados com extensa mata nativa. Enfim, este é um projeto gratificante que vai ser um sucesso para o futuro”, explicou o secretário.

O secretário de Meio Ambiente, Sílvio Furtado, informou que esta será a primeira unidade de conservação ambiental do município.

“Com a unidade de conservação instituída pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Magé  vai ganhar muito além do aspecto ecológico, ou seja, o local vai ser muito visitado, preservado e cuidado por todos”, disse o secretário.

Fotos: Phelipe Santos

 

 

 

 

Notícia anteriorCOORDENADORIA DE SAÚDE MENTAL PROMOVE CAMINHADA DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O SETEMBRO AMARELO
Próxima notíciaMAGÉ REALIZA OBRAS PARA CONTROLAR ALAGAMENTOS