PARQUE BARÃO DE MAUÁ CELEBRA DIA DOS MANGUEZAIS COM AÇÕES DE CONSCIENTIZAÇÃO

Participantes conheceram projetos de preservação, assistiram a apresentações e coletaram lixo

O Dia Mundial dos Manguezais, que é o 26 de julho, foi comemorado, neste sábado (30/07), durante evento realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) no Parque Natural Municipal Barão de Mauá (PNMBM), no quinto distrito. Para festejar a data, a SMMA e algumas entidades parceiras que também promovem a preservação dos mangues montaram estandes na entrada do local para apresentarem seus trabalhos aos participantes. Anfitrião da ocasião, o secretário de Meio Ambiente de Magé, Sílvio Furtado, disse que preservar os manguezais é “tão ou mais importante que preservar a Mata Atlântica”. “É um bioma extremamente frágil que está sendo destruído. Para se evitar isso, é preciso estimular as ações de preservação realizadas pelo ser humano”, garantiu.

Integrantes da equipe de Gestão do parque, Arthur Nóbrega e Adeimantos Carlos da Silva têm atuado como guardiões dos 113 hectares (o equivalente a 113 campos do Maracanã)  da única Unidade de Conservação de mangue do estado. O primeiro declarou que manter os manguezais em bom estado é uma garantia de desenvolvimento econômico e de sustento para as comunidades. “Muitas famílias do entorno sobrevivem da caça dos caranguejos e da pesca. Se o homem continuar degradando essas áreas, muita gente não vai ter de onde tirar sua renda”, disse. Para o segundo, é muito importante chamar atenção para os manguezais e suas peculiaridades: “Aqui, por exemplo, temos catalogadas 107 espécies de aves que fazem ninhos ou que passam em suas rotas migratórias e param”.

Alguns dos parceiros e defensores dos manguezais realizaram atividades lúdicas e artísticas, como música e contação de histórias, nas tendas montadas na entrada do Parque Barão de Mauá. Em uma dessas atividades, um grupo de senhoras da terceira idade usou materiais sustentáveis em brincadeiras que destacavam o cuidado com o meio ambiente. Uma delas, a costureira Alcidéa Guimarães, 65, contou que ouviu diversas histórias sobre a poluição na região. “Uma vez me contaram que encontraram geladeira, sofá e pneus dentro do manguezal. Isso é um absurdo e um descaso. A gente tem que cuidar de um lugar como esse para preservar não só os animais, mas toda a vida que existe aqui”, avaliou.

No fim do evento, grupos de 15 pessoas ingressaram separadamente no parque para fazer a limpeza simbólica dos microplásticos e coletar tudo de sujeira que encontraram pela frente. Os projetos Guanabara Verde e Uçá montaram tendas para a celebração, assim como o 126° Grupo de Escoteiros do Mar. Também participaram do Dia dos Manguezais em Mauá a secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos de Magé, Flávia Gomes, o vereador Arthur Cozzolino e servidores das secretarias de Educação e Cultura, de Proteção e Defesa Civil e de Segurança e Ordem Pública.

(Fotos: Gilson Jr.)

Notícia anteriorFÓRUM MARCA LANÇAMENTO DO SERVIÇO FAMÍLIA ACOLHEDORA EM MAGÉ
Próxima notíciaAGRICULTURA ORGANIZA NOVA COMPRA COLETIVA ENTRE PRODUTORES RURAIS DE MAGÉ