APÓS DENÚNCIAS, PROCON MAGÉ CONVOCA REUNIÃO COM A AUTO VIAÇÃO REGINAS PARA FALAR SOBRE AS LINHAS COM DESTINO A CIDADE DO RIO

O Procon Magé recebeu inúmeras denúncias de possíveis irregularidades nos horários das linhas de ônibus da auto viação Reginas que fazem o trajeto de Magé ao Rio de Janeiro. Para ajudar os consumidores, o órgão solicitou uma reunião para tratar do assunto e dar uma resposta às pessoas que dependem da normalização do serviço.

“Recebemos diversas reclamações dos consumidores sobre a irregularidade dos horários nas linhas que transportam os passageiros até o município do Rio, principalmente nas linhas 464C (Andorinhas x Central), 125C (Central x Magé) e 2125C (Castelo x Magé). Outras reclamações são do retorno integral de algumas linhas, como 125C Magé x Central (via linha vermelha) e 127 C Magé x Candelária que desde o início da pandemia pararam de funcionar e ainda não retornaram”, explica Renata Meirelles, coordenadora do Procon Magé.

Além disso, o Procon municipal notificou a mesma empresa para que fornecesse horários e linhas que passam por Magé, por conta de denúncias de que a frota seria reduzida por conta do feriado que aconteceu ontem no município do Rio, o que prejudicaria os moradores da cidade que trabalham naquele local. Em resposta, a auto viação Reginas informou que segue o itinerário estabelecido pelo Detro/RJ e cumpre fielmente os horários constantes do site do órgão.

“O consumidor mageense está sendo muito bem assistido pelo nosso Procon. São inúmeras denúncias por dia e vamos fazer valer cada vez mais o direito do cidadão. Muito em breve, vamos abrir a sede do Procon na rodoviária de Piabetá, um local para o consumidor se sentir ainda mais acolhido. Quem se sentiu lesado por alguma empresa pode fazer a denúncia pelo e-mail procon@mage.rj.gov.br e ou pelo site https://mage.rj.gov.br/procon/ “, finaliza o secretário de Governo, Vinicius Cozzolino.

Notícia anteriorCONVOCAÇÃO PARA POSSE EM CONCURSO DA PREFEITURA DE MAGÉ
Próxima notíciaMAGÉ RECEBE 1500 DOSES INFANTIS PARA COVID-19