DIA DA ÁRVORE: MAGÉ TERÁ UNIDADE DE CONSERVAÇÃO DE 20 MIL M2 DE MATA ATLÂNTICA

Secretário de Meio Ambiente plantou uma muda de ipê amarelo na praça de Santa Dalila

Secretário de Meio Ambiente e funcionários realizaram ato simbólico de plantio de uma muda de ipê amarelo na praça de Santa Dalila. A ação marcou o Dia da Árvore em Magé (FOTO: Phelipe Santos)

No Dia da Árvore, o secretário Municipal de Meio Ambiente de Magé, Sílvio Furtado, anunciou que o município terá uma unidade de conservação ambiental de 20 mil metros quadrados em pleno coração do primeiro distrito. De acordo com ele, a UC terá exemplares da Mata Atlântica em toda sua extensão. “É uma área imensa que já está registrada no ICMS Ecológico e que será de espécies nativas da Mata Atlântica. Ela já está sendo instituída. Também pretendemos implantar uma unidade de conservação em Santo Aleixo com 17 mil m2”, revelou. Furtado plantou, nesta terça-feira (21/09), uma muda de ipê amarelo em um ato simbólico na praça de Santa Dalila.

Além do ipê, funcionários da Secretaria plantaram 28 mudas de romã, quaresmeira e cajá-mirim no bairro. Três dessas mudas foram levadas para a Escola Municipal Doutor Mário Pinheiro. “Resolvemos abraçar a causa do reflorestamento em Magé. Todos os órgãos competentes da Prefeitura estão empenhados nesta ação. Precisamos contar com os munícipes para que eles também se envolvam”, disse Furtado. O secretário acrescentou que 27 mil mudas de espécies de manguezal estão sendo replantadas em Suruí e 17 mil m2 de manguezal no Parque Municipal Barão de Mauá, no quinto distrito, também estão sendo recuperados.

Não são apenas as ações de reflorestamento executadas pela Prefeitura que fazem Magé avançar na conservação do meio ambiente. O secretário Sílvio Furtado informou que há quatro Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) em andamento que devem ser revertidos em replantio de mudas pela cidade. Ao todo, serão R$ 148 mil em multas que terão como compensação pelos crimes ambientais cometidos a execução de projetos de recuperação e de educação ambiental. “Até o fim do ano, serão 10 TACs”, informou o secretário. Furtado aproveitou para lembrar que Magé participa do projeto Florestas do Amanhã para o replantio de 1,5 milhão de mudas no Estado do Rio.

Notícia anteriorPEDAL TRÂNSITO SEGURO REÚNE CICLISTAS EM MAGÉ NA SEMANA NACIONAL TRÂNSITO
Próxima notíciaMAGÉ INICIA VACINAÇÃO ADICIONAL PARA PESSOAS COM COMORBIDADES