É FAKE: PREFEITURA NUNCA NEGOCIOU PRIVATIZAÇÃO DA ÁGUA NA CIDADE

Processo foi realizado em nível estadual, com venda da Cedae aprovada pela Assembleia Legislativa

Grupos de Whatsapp de Magé têm recebido um arquivo com a foto do prefeito Renato Cozzolino sendo chamado de “covarde” por ter, supostamente, “negociado a água do sexto distrito com a empresa Águas do Rio”, substituta da Cedae no abastecimento de 27 cidades do estado e 124 bairros da capital fluminense. Cabe à Prefeitura informar que o processo de privatização da Cedae e o leilão ocorreram de forma transparente, em nível estadual, com debates, audiências públicas, votação na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) e decisão judicial referendada pelo TJ-RJ. A administração municipal, e, portanto, o prefeito, não teve qualquer ingerência sobre esse assunto.

O contrato para que a Águas do Rio iniciasse o trabalho antes realizado pela Cedae foi assinado no dia 11 de agosto. Magé é parte do primeiro bloco dessa concessão, junto a outros 17 municípios e 18 bairros da cidade do Rio. Técnicos da empresa privada têm visitado o território mageense constantemente, para vistoriar mananciais que poderão ser utilizados para a captação e a distribuição de água. A Prefeitura estima que cerca de 50% da água natural produzida por esses mananciais escorrem pelo ralo, deixando as torneiras da população vazias. O que se pretende, a partir de agora, é levar água encanada e tratada para as casas de todos os mageenses.

O abastecimento de água no sexto distrito deveria ter sido sempre de responsabilidade da Cedae e não da Prefeitura. O que aconteceu é que a antiga companhia estadual não oferecia aos moradores de Fragoso e de Pau Grande, por exemplo, o serviço que garantia o acesso a um produto de qualidade. Com isso, a administração municipal, por conta da ausência do atendimento estadual, tomou para si, há alguns anos, a distribuição na região para evitar a escassez. Mas, desde que a Águas do Rio passou a ser responsável pelo serviço, a Prefeitura não teve mais como atuar, já que não é de sua alçada.

A Águas do Rio informou em seu site oficial que pretende investir mais de R$ 790 milhões no saneamento básico de Magé. Com isso, a empresa garante que, em dez anos, vai universalizar o acesso à água tratada na cidade e, em 12 anos, levar o serviço de esgotamento sanitário a todas as casas.

Notícia anteriorPREFEITURA INAUGURA CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO À MULHER MAGEENSE
Próxima notíciaMAGÉ AUXILIA PARA PREENCHIMENTO DE DECLARAÇÃO ANUAL DO MEI