É FAKE: PREFEITURA NUNCA NEGOCIOU PRIVATIZAÇÃO DA ÁGUA NA CIDADE

Processo foi realizado em nível estadual, com venda da Cedae aprovada pela Assembleia Legislativa

[responsivevoice_button voice="Brazilian Portuguese Female" buttontext="Ouvir"]

Grupos de Whatsapp de Magé têm recebido um arquivo com a foto do prefeito Renato Cozzolino sendo chamado de “covarde” por ter, supostamente, “negociado a água do sexto distrito com a empresa Águas do Rio”, substituta da Cedae no abastecimento de 27 cidades do estado e 124 bairros da capital fluminense. Cabe à Prefeitura informar que o processo de privatização da Cedae e o leilão ocorreram de forma transparente, em nível estadual, com debates, audiências públicas, votação na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) e decisão judicial referendada pelo TJ-RJ. A administração municipal, e, portanto, o prefeito, não teve qualquer ingerência sobre esse assunto.

O contrato para que a Águas do Rio iniciasse o trabalho antes realizado pela Cedae foi assinado no dia 11 de agosto. Magé é parte do primeiro bloco dessa concessão, junto a outros 17 municípios e 18 bairros da cidade do Rio. Técnicos da empresa privada têm visitado o território mageense constantemente, para vistoriar mananciais que poderão ser utilizados para a captação e a distribuição de água. A Prefeitura estima que cerca de 50% da água natural produzida por esses mananciais escorrem pelo ralo, deixando as torneiras da população vazias. O que se pretende, a partir de agora, é levar água encanada e tratada para as casas de todos os mageenses.

O abastecimento de água no sexto distrito deveria ter sido sempre de responsabilidade da Cedae e não da Prefeitura. O que aconteceu é que a antiga companhia estadual não oferecia aos moradores de Fragoso e de Pau Grande, por exemplo, o serviço que garantia o acesso a um produto de qualidade. Com isso, a administração municipal, por conta da ausência do atendimento estadual, tomou para si, há alguns anos, a distribuição na região para evitar a escassez. Mas, desde que a Águas do Rio passou a ser responsável pelo serviço, a Prefeitura não teve mais como atuar, já que não é de sua alçada.

A Águas do Rio informou em seu site oficial que pretende investir mais de R$ 790 milhões no saneamento básico de Magé. Com isso, a empresa garante que, em dez anos, vai universalizar o acesso à água tratada na cidade e, em 12 anos, levar o serviço de esgotamento sanitário a todas as casas.

Notícia anteriorPREFEITURA INAUGURA CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO À MULHER MAGEENSE
Próxima notíciaMAGÉ AUXILIA PARA PREENCHIMENTO DE DECLARAÇÃO ANUAL DO MEI