FAZEDORES DE CULTURA DE MAGÉ ESTARÃO NA FEIRA LITERÁRIA DE PARATY

A Festa Literária Internacional de Paraty – Flip está chegando e quatro fazedores de cultura de Magé estarão na programação na maior festa literária do país. O contador de histórias, músico e poeta, Eric Fanuel, vai lançar o livro “Abolição – A Liberdade da Poesia Preta”, no dia 24 de novembro, a partir das 17h, na Casa da Leitura e Conhecimento. A obra foi inspirada no 2º seminário de Patrimônio Cultural de Magé.

“Eu vejo a Flip como uma oportunidade para expandir essa discussão decolonial, que vem crescendo nos últimos anos. Nada melhor do que libertar nossa poesia em um lugar histórico como Paraty e poder falar um pouco sobre a importância da valorização dos povos tradicionais no Brasil”, conta Eric.

A história de Magé também estará em pauta num dos maiores encontros mundiais de literatura e das artes. No dia 25, a partir das 11h, os artistas Eric Fanuel, Márcio Emerich, Simone Amâncio e Roberta dos Santos estarão numa roda de conversa falando sobre a participação de Magé na proteção dos povos tradicionais que foi o tema do seminário

“Magé é uma cidade histórica. Temos a nossa grande guerreira, a Maria Conga; o município tem três quilombos certificados e a Guia de Pacobaíba, a primeira estação ferroviária construída no Brasil. Inclusive, a Secretaria de Educação e Cultura tem um projeto chamado “O Patrimônio é de todos” e neste contexto vamos abordar a importância do povo na construção da ferrovia. O nosso foco será no fomento e na proteção dos povos tradicionais em Magé”, detalha Márcio Emerich.

Notícia anteriorRITMO DA COPA DO MUNDO INVADE A INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS
Próxima notíciaCOZINHEIRAS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL PARTICIPAM DE CURSO DE CAPACITAÇÃO