MAGÉ REALIZA CAMPANHA DE VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA PARA CÃES E GATOS

50 postos ficaram abertos para atender a demanda da cidade

Magé fez bonito na campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos. Os donos dos animais aproveitaram o sábado de sol e procuraram um dos 50 postos que ficaram abertos das 9h às 17h. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde a meta era imunizar 80% dos 40 mil animais que compõem o público-alvo.

“Esse ano nos programamos e tivemos uma campanha linda em Magé. Foi tudo muito bem organizado, montamos uma comissão, fizemos um cronograma com todas as ações e capacitamos os profissionais de todas as Unidades de Saúde da Família e do Centro de Especialidades. Criamos também uma caderneta de vacinação para os animais, contendo todas informações do seu tutor, do bichinho e da vacina que foi aplicada. Durante todo o dia uma comissão organizadora que tem veterinários, estudantes de medicina veterinária e dois preceptores rodam comigo nas unidades”, conta a secretária de Saúde, Larissa Storte.

 

Antes das 10h, o sargento da Polícia Militar, Leandro Rebello, já estava levando seus filhos pets Júnior e Amarela, na USF Pau Grande, para se vacinar. Ele que também é protetor contou emocionado a história da Amarela, que foi encontrada quase desnutrida porque não comia há semanas e ainda estava grávida.

“Estou adorando a Prefeitura fazer essa campanha de vacinação e na minha opinião está sendo perfeita. A minha cachorra que foi resgatada e por pouco não morreu já está na fila para castração e não só para mim, mas para outras pessoas esse governo está sendo excepcional, porque muitas vezes tinha que vacinar e tirar do meu bolso. Nós temos um grupo unido de proteção em Magé, faço isso por paixão, amo os cachorros desde pequeno, sou militar e não tinha necessidade disso. É por amor”, garante Leonardo.

Quem também aproveitou para vacinar os pets foi Arthur Cezar, morador de Piabetá, que levou o trio Ramo, Miúcha e Pingo para se proteger da raiva. “Vacinar nossos animais é muito importante, porque isso também é uma questão de saúde pública e impedir a proliferação de outros problemas que pode não só acometer nossos bichinhos, mas a população em geral. Estava tudo muito organizado e fomos bem atendidos”.

O veterinário Odilon Brasil, responsável técnico da campanha destacou as ações da Secretaria Municipal de Saúde que fizeram da campanha um sucesso.

“A campanha esse ano em Magé foi bem diferente. Inscrevemos a Prefeitura no conselho de veterinária e fizemos a notificação sobre a vacinação. Todas as equipes passaram por capacitação e estavam aptas para trabalhar. Outro ponto muito positivo foi que as vacinas não saíram dos postos e a aplicação foi feita corretamente na frente do tutor. Nossas vacinas são importadas e de boa qualidade para não dar reações nos animais. Foi tudo planejado e nossa meta é acabar com 40 mil doses”, detalha Odilon.

A engenheira sanitarista, Suellen Boechat, que faz parte da comissão da campanha, contou que quem não conseguiu imunizar o bichinho pode procurar a USF. “Estamos fazendo agendamento para quem não pode vir no dia para irmos até a casa da pessoa fazer a vacinação. É só procurar a USF mais perto de casa ou Centro Especialidades de Magé para agendar”.

Fotos: Gilson Jr.

Notícia anteriorSECRETARIA REALIZA SEMANA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA – CIÊNCIAS SOB TENDAS
Próxima notíciaÚLTIMOS DIAS DE INSCRIÇÃO PARA ARTESÃOS EXPOREM NO LANÇAMENTO DE EDITAL DA CULTURA