MAIS DE 300 ESTUDANTES RECEBEM O PASSE LIVRE UNIVERSITÁRIO

O programa Passe Livre Universitário 2022, que concede o cartão Riocard/Bilhete Único para ida e volta às aulas, fora do município, segue a todo vapor em Magé. Neste sábado (26), foi a vez dos novos contemplados receberem o cartão na cerimônia realizada pela Prefeitura de Magé, através da Secretaria de Governo. A concessão do benefício foi ampliada para atender até 700 universitários mageenses que cursam o ensino superior em outras cidades da Baixada Fluminense, além de Rio e Niterói.

“Aumentamos o orçamento e organizamos os recursos para que o passe livre universitário alcance até 700 estudantes. É o nosso compromisso com aqueles que estão na busca da realização dos seus sonhos, por instrução e educação. As pessoas já têm o custo com livro, xerox, lanche e essa ajuda com transporte, que é caro, ajuda muito”, explica o secretário de Governo, Vinicius Cozzolino.

O prefeito Renato Cozzolino ressaltou a importância da ampliação do programa. “Nós temos em Magé um grande problema que é a falta de uma universidade pública e com isso os estudantes universitários precisam ir para outras cidades, além de ser cansativo e muito caro. Ampliamos esse programa para atendermos a todos e estou feliz por garantirmos isso aos estudantes”.

Caio Diniz, de 20 anos, é o atual campeão brasileiro de matemática. Ele estuda Ciências Econômicas na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e é o mais novo contemplado do passe livre universitário.

“A passagem de Magé para o Rio é muito cara e tenho que ir para faculdade cinco vezes por semana. Seria inviável fazer essas viagens, faço faculdade pública e agora com o passe livre vou conseguir fazer tranquilamente”, comemora o estudante. A Liliane, mãe do Caio, está mais aliviada com o transporte oferecido pela Prefeitura.

“Esse programa é muito importante não só para meu filho, mas para todos estudantes da nossa cidade. É inviável o universitário pagar R$ 8,55 para ir e mais R$ 8,55 para voltar, sendo que ele não trabalha, é um gasto muito alto. Assim como a Prefeitura de Magé, outras cidades deveriam fazer isso. Esse passe é um alívio para nós, reforça Liliane.

Fotos: Phelipe Santos

Notícia anteriorESCOLAS DE MAGÉ PARTICIPAM DA CAMPANHA 21 DIAS CONTRA A DISCRIMINAÇÃO RACIAL
Próxima notíciaPRÉ-MILITAR PARA ALUNOS DA REDE MUNICIPAL TEM 600 MATRICULADOS