PREFEITURA DE MAGÉ REATIVA CONVÊNIO COM A CAIXA PARA EMPRÉSTIMO CONSIGNADO

Representantes da Prefeitura e da Superintendência da Caixa vão se reunir para definir os detalhes do contrato. (FOTO: Alvaro Carvalho)

Empréstimo não deverá ultrapassar 30% do desconto em folha do funcionário do Executivo municipal

Servidores efetivos e aposentados da Prefeitura de Magé que tiverem com o nome sujo na praça ou quiserem realizar empréstimo junto à Caixa Econômica Federal para a compra de um imóvel, por exemplo, poderão contar, novamente, com o crédito consignado com desconto em folha. O prefeito Renato Cozzolino reativou, nesta quinta-feira (21/01), o contrato com a CEF, que estava suspenso há dez anos. A Prefeitura ainda vai definir com a Caixa detalhes do contrato, como a margem consignada e o número de parcelas. “Vai ajudar bastante a melhorar a vida dos servidores, desde que a gente consiga taxas bem atrativas”, declarou Renato.

Gerente de Empresas da CEF em Magé, Maicon Oliveira disse que vai marcar uma reunião entre representantes da Prefeitura e da Superintendência da Caixa no Rio para que o documento seja regulamentado. “O que posso garantir é que funcionários que já têm consignados em outras instituições poderão fazer a portabilidade para a Caixa, que se predispõe a quitar a dívida existente. Os pagamentos das parcelas também não deverão exceder 120 meses”, acrescentou. Oliveira comentou que, geralmente, créditos desse tipo não comprometem mais do que 30% do salário do beneficiado: “Se a pessoa ganha até R$ 1.000, o desconto em folha não poderá ultrapassar R$ 300”.

O secretário Municipal de Administração de Magé, Jocelino Alves Cabral, também participou do encontro entre Renato Cozzolino e o gerente da CEF.

Agência em Piabetá

O prefeito também pediu a Maicon Oliveira que, na próxima reunião da administração municipal com a Caixa, seja discutida, mais uma vez, a instalação de uma agência bancária da CEF em Piabetá. “Não vou medir esforços para viabilizar a abertura de uma Caixa lá. Esse é o anseio de 100 mil moradores”, reforçou Renato. O gerente de Empresas informou que estão aguardando um retorno da presidência da instituição em Brasília para iniciar os estudos sobre a localização da nova agência. “Está tudo parado por conta da pandemia. Mas, vamos abrir uma Caixa em Piabetá quando isso tudo passar”, assegurou.

Notícia anteriorAFERIÇÃO DE TAXÍMETRO 2020 PODE SER ACEITA NA VISTORIA ANUAL DE MAGÉ
Próxima notíciaMAGÉ VAI BUSCAR MEIOS JURÍDICOS PARA REABRIR ACESSO DA VILA RECREIO E NÃO PAGAR PEDÁGIO DA BR-116