SAÚDE EM OUTRO PATAMAR: OBRAS DO HOSPITAL DE MAGÉ ESTÃO AVANÇADAS

As obras do Hospital de Magé seguem avançando! O segundo andar onde fica o CTI, o centro cirúrgico e a clínica médica está pronto e, na última segunda-feira (7), o prefeito Renato Cozzolino, acompanhado da secretária de Saúde, Larissa Storte, esteve na unidade para conferir a chegada dos novos equipamentos. Ao todo, serão 62 leitos, contando com o Hospital da Criança que está nas antigas instalações do Posto Carlos Ullmann.

“Visitamos a obra do Hospital de Magé que está sendo feita com muito carinho e amor para toda população. A obra segue a todo vapor e os equipamentos já estão chegando. Recebemos nossos 62 leitos e 10 deles serão de CTI. Teremos hemodiálise à beira leito, tomografia e ressonância 24 horas e o nosso centro cirúrgico que irá operar cerca de 100 pessoas por semana, possibilitando zerarmos a fila por cirurgias de baixa e média complexidade. Magé está passando por uma grande transformação e a população está vendo nosso empenho”, garante o prefeito Renato Cozzolino.

O Hospital de Magé vai ter 10 leitos de CTI com hemodiálise à beira leito, oito leitos de Unidade Semi-Intensiva, oito de clínica médica, oito de clínica cirúrgica, três de isolamento, oito de sala amarela e mais seis de sala vermelha. A unidade também vai contar um centro de imagem como tomografia computadorizada, ressonância magnética e raio-x.

Com o novo hospital, o serviço de pediatria será transferido e Magé vai ganhar o Hospital da Criança que também está pronto e sendo equipado para inauguração. São quatro leitos de sala amarela e mais três de vermelha, 16 leitos de internação, consultórios, sala de hidratação e medicação, além dos serviços de imagem e exames laboratoriais.

“O Hospital da Criança é um sonho que está muito próximo de acontecer. Quem imaginaria que Magé pudesse ter um serviço como esse? Nosso hospital terá internação pediátrica, atendimento de emergência, todo ambientado para criançada e com exames de imagem e laboratório. Esse hospital vai fazer a diferença na vida dos nossos pequenos”, finaliza a secretária de Saúde, Larissa Storte.

 

Notícia anteriorSAÚDE CAPACITA TÉCNICOS E ENFERMEIROS QUE COLETAM SANGUE NAS UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA
Próxima notíciaINFRAESTRUTURA AVANÇA COM OBRAS DE MACRODRENAGEM NA RUA J