TURISMAGÉ: PREFEITURA LANÇA PROJETO TURÍSTICO COM MAIS DE 15 ROTEIROS

Igrejas barrocas do século XV, a primeira linha férrea do Brasil e belos visuais fazem parte do roteiro turístico apresentado pela Subsecretaria de Turismo de Magé. O projeto Turismagé vai apresentar os atrativos do município para os moradores da região. E para isso, serão disponibilizados uma van e uma guia turística para apresentar os pontos aos interessados. A princípio, o tour será voltado para a Terceira Idade e os grupos terão, em média, 10 pessoas, com passeios que vão ocorrer a cada 15 dias.

“Queremos mostrar aos moradores que eles pertencem à essa terra. Muitos moram aqui há anos e não conhecem os atrativos turísticos da nossa cidade. O começo do projeto será em Mauá e Suruí, mas vamos expandir para outros distritos e idades. Gostaria de agradecer também as secretarias de assistência social e meio ambiente pela parceria estrutural e intelectual do projeto”, detalhou o subsecretário Luiz Otávio Rosário Junior.

Conheça o roteiro de visitação do primeiro grupo que participou do projeto:

PARQUE NATURAL MUNICIPAL BARÃO DE MAUÁ

O grupo iniciou o passeio, nesta quinta-feira (10), pelo Parque Natural Municipal Barão de Mauá. Após 20 anos de existência da área ambiental, existem 113 hectares de manguezal preservados e em recuperação na unidade de conservação. É um local com centenas de espécies de aves e vegetação que funcionam como um “filtro” para a Baía de Guanabara, além de ser um berçário desse tipo de habitat.

NOSSA SENHORA DA GUIA DE PACOBAÍBA

A 200m do Parque Barão de Mauá, é possível visitar a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia de Pacobaíba, que recebeu o título de paróquia perpétua em 1755, pelo bispo do Rio de Janeiro e foi construída em meados do século XV.

ESTRADA DE FERRO MAUÁ

A estrada foi construída pelo empreendedor brasileiro Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá. O objetivo da construção era suprir a necessidade de escoamento de produtos na época do império. O principal produto transportado era o café que saía das plantações do Vale do Paraíba e chegava ao cais de Mauá.

NOSSA SENHORA DOS REMÉDIOS

Datada do século XVIII, a igreja se localiza no alto do morro e com uma bela vistal da Baía de Guanabara. A construção tem o estilo arquitetônico neoclássico barroco na parte exterior e rococó na parte interior.

REMANSO

Pra encerrar o roteiro do 4º distrito, o grupo visitou a Praia do Remanso. O local está inserido na Área de Proteção Ambiental (APA) Suruí, de uso sustentável de Magé, e integra um dos principais roteiros de ecoturismo no município. Ao chegar na Praia do Remanso, o visitante encontra remanescentes de manguezal, além da foz do Rio Suruí encontrando a Baía de Guanabara.

 

Para se inscrever e conhecer melhor Magé, basta levar identidade e comprovante de residência no Poliesportivo Renato Medeiros, em Fragoso de 9h às 17h.

Notícia anteriorMAGÉ INAUGURA POLO DO CADÚNICO TOTALMENTE REFORMADO E AMPLIADO EM PIABETÁ 
Próxima notíciaPREFEITURA DE MAGÉ INAUGURA, NO SERTÃO, A SEXTA USF DE SUA GESTÃO