CARTÕES RECOMEÇAR SÃO ENTREGUES ÀS VÍTIMAS DA CHUVA EM MAGÉ

350 famílias foram beneficiadas com R$3 mil para compra de móveis e materiais de construção

Após as fortes chuvas que atingiram Magé no dia 22 de março, a Prefeitura começou a entregar nesta sexta-feira (15) o Cartão Recomeçar para as famílias que foram vítimas das enchentes. O benefício é concedido pelo Governo do Estado, através do cadastro realizado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Magé. Foram entregues 350 cartões com R$3 mil para compra de móveis, produtos de linha branca, eletrodomésticos e materiais de construção.

“É um momento muito especial! Depois de tanta luta, conseguimos o apoio do Governo do Estado para a entrega desses cartões, beneficiando diretamente 350 famílias. No dia posterior à tragédia, a comitiva do Estado esteve aqui na cidade, nós fizemos esse pedido, e fomos atendidos. Hoje é um marco para cada uma dessas famílias e desejamos que elas recuperem o que foi perdido. Nós vamos continuar dando toda a assistência necessária. O CRAS continua de portas abertas!”, disse o prefeito Renato Cozzolino.

Para a segurança dos beneficiados, o cartão só receberá o saldo entre 7 e 10 dias úteis, após a entrega. O cartão também só deve ser usado em loja que possua o CNPJ específico para a venda de móveis, eletrodomésticos e materiais de construção. É importante que se guarde a nota fiscal das compras para posterior prestação de contas. Há orientação também de que as compras sejam feitas em lojas físicas e não on-line, pois como o cartão não é vinculado a nenhuma conta, não há possibilidade de estorno.

“Hoje é um dia muito importante porque estamos entregando esses 350 cartões para atender às famílias que foram vítimas das enchentes em março. Fizemos o cadastro de muitas famílias e o Estado, em parceria com nosso governo municipal, conseguiu emitir essa quantidade de cartões para Magé. É uma ação muito importante para que as famílias recomecem, de fato, as suas vidas depois uma tragédia. Hoje essas famílias estão recebendo o cartão e as orientações para que saibam como utilizar e como será a prestação de contas, porque é um benefício que tem condicionalidades”, explicou a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Flávia Gomes.

A dona Jane Bento foi uma das vítimas da chuva e ressaltou o quão importante é para as famílias receberem esse auxílio: “Recomeçar é muito difícil e quem viveu essa tragédia sabe que foi uma coisa dolorida e sacrificante para todos nós. E correu tudo bem, as pessoas foram bastante atenciosas durante o atendimento, não tenho o que reclamar. Agora conseguimos esse benefício de ter o cartão para começar a melhorar a vida da gente”, agradeceu a auxiliar de serviços internos e externos.

Notícia anteriorPROJETO DE FOSSA DE BANANEIRA DO MEIO AMBIENTE É SELECIONADO PELA FUNASA
Próxima notíciaESCOLAS DE SANTO ALEIXO DESFILAM NA RUA WALDEMAR LIMA TEIXEIRA