CULTURA ESCUTA MESTRES DE CAPOEIRA

2ª edição do projeto que promover diálogo com grupos do setor

Cento e vinte pessoas, entre mestres de capoeira e agentes públicos de Magé, participaram da segunda edição da agenda escutatória. As demandas apresentadas estiveram tanto no âmbito educacional, como para levar a capoeira para as escolas, passando pelo tema da legitimidade profissional. As propostas foram recebidas pelo Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

“O primeiro encaminhamento é manter um canal constante de diálogo com os grupos e estarmos dispostos a conversar. Nós, enquanto instituição, anunciamos que teremos um edital que contemplará também os mestres de capoeira,” conta o diretor do DEPAC, Alexsandro Rosa.

A ação é itinerante e o projeto vai percorrer todos os distritos da cidade, conhecendo os projetos. Esta iniciativa consiste em ouvir as demandas específicas de cada comunidade cultural, a fim de estreitar as relações, e, na medida do possível, realizar os desejos destes grupos.

Notícia anteriorMAIS ASFALTO E SANEAMENTO BÁSICO EM 2022
Próxima notíciaMAGÉ NOTIFICA EMPRESA DE ESTACIONAMENTO POR IRREGULARIDADES NA LICITAÇÃO