‘MAGÉ PARA ELAS’ MOVIMENTA A PRAIA DO ANIL, EM MAUÁ

O público feminino teve acesso a serviços sociais, de saúde e embelezamento

O sol brilhou forte e bonito para receber neste sábado (13-08), na Praia do Anil, Mauá, a terceira edição do “Magé para Elas”, evento que reúne serviços sociais, de saúde e beleza ao público feminino. Nesta edição, o evento fez parte do “Agosto Lilás”, mês de conscientização de combate à violência doméstica.

A secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Flávia Gomes, adiantou que o evento vai chegar aos demais distritos em breve.

“Esta é uma edição especial do ‘Magé para Elas’ que estamos muito felizes de trazer para Mauá porque é o Agosto Lilás, o mês de combate à violência contra a mulher. São serviços importantes para a garantia dos direitos sociais e da saúde, além do embelezamento, é claro. Vamos levar o evento para todos os distritos porque somos o governo do amor”, disse a secretária.

A dona de casa Cristina Sousa, de 41 anos, foi uma das centenas de pessoas que aprovaram os múltiplos serviços perto de casa.

“Foi tudo maravilhoso. Conferi a pressão e a glicose e está tudo bem, graças a Deus. Aproveitei também para fazer o cabelo e as unhas. Adorei tudo isso. A Prefeitura está de parabéns”, opinou a moradora de Mauá.

Os demais serviços oferecidos foram emissão de CPF e isenção para a segunda via, orientações sobre o CadÚnico, teste de glicemia, HIV, sífilis e hepatites virais; aferição de pressão arterial e glicose; planejamento sexual, vacinação e do odontomóvel, além do espaço da beleza com manicure, corte e escova de cabelo, trancismo, entre outros.

A primeira edição do evento ocorreu em outubro de 2021, na Praça de Piabetá. A segunda, no Dia Internacional da Mulher neste ano, no calçadão de Magé.

Ação simbólica – Durante o evento, a equipe da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos fincou borboletas roxas em papel na Praia do Anil como forma de chamar atenção para o fim da violência contra as mulheres. “As borboletas nestas areias significam cada mulher violentada, assassinada, desrespeitada, assediada… Cada mulher marcada por episódios que precisam ser prevenidos, combatidos e punidos”, disse a secretária Flávia Gomes.

Fotos – Lucas Santos

Notícia anteriorEDUCAÇÃO ABRE 220 NOVAS VAGAS PARA CURSO PRÉ-MILITAR
Próxima notícia1º FESTIVAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA REÚNE EMPREENDEDORES DE MAGÉ