32 ANOS DE SUS: CONHEÇA UM POUCO DO SISTEMA EM MAGÉ

Há 32 anos, em 1988, foi aprovado o texto na Assembleia Constituinte que levaria à criação do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a Constituição, a saúde é direito de todos e dever do Estado. Sendo assim, o acesso aos serviços médicos, hospitalares e de prevenção é universal e gratuito.

A rede de assistência do SUS de Magé conta com 83 dispositivos divididos em: rede de atenção primária à saúde, rede de atenção especializada, vigilância em saúde, assistência farmacêutica, rede de urgência, emergência e de atenção psicossocial.

“No primeiro quadrimestre de 2021 existiam 41 unidades de saúde da família e 46 equipes, isso significava 65,98% de cobertura. Já no primeiro quadrimestre de 2022, aumentamos para 46 unidades e 51 equipes de saúde da família. Temos cerca de 240 mil pessoas cadastradas, 95,11% de cobertura na atenção primária,” conta a coordenadora da Atenção Primária a Saúde, Cassandra Soares.

No último ano, a saúde bucal também ganhou espaço. O atendimento do município cresceu 9% em quatro meses.

“Em 2021, as unidades de saúde bucal atendiam cerca de 14% (34 mil pessoas), tínhamos 10 equipes nas unidades de saúde da família. Em 2022 esse número cresceu para 62 mil, representando cerca de 25% de cobertura com 18 equipes”, destaca.

Para a saúde mental, as unidades dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) são formadas por equipes multiprofissionais, que realizam atividades coletivas e individuais, além de tratamento médico. Magé conta ainda com o CAPS AD – Álcool e outras Drogas, CAPS II Lídia Menezes e CAPS III de Piabetá e o Infantojuvenil.

O SUS também fornece remédios em farmácias populares, como a inaugurada em Piabetá, no mês de abril. O programa Remédio em Casa também tem a premissa de ofertar tratamento para pessoas com doenças crônicas – sem precisar sair de casa.

Além da prevenção medicamentosa, as equipe de vigilância em saúde realizam periodicamente eventos para conscientização da população, nas ruas e escolas do município.

Vacina e Pandemia

O SUS é responsável pelas ações e serviços das vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental, que foram essenciais para o controle da pandemia de Covid-19. A prevenção e promoção da saúde são importantes meios para controlar doenças crônicas não-transmissíveis e no futuro não sobrecarregar o sistema hospitalar.

Durante este período que abalou o mundo, Magé aplicou cerca de 502 mil vacinas contra a Covid-19. Além dos 15 postos de vacinação gratuitos e universais, a Super Tenda de Piabetá funcionou durante 24h realizando testagem e vacinação da população.

A vice-prefeita Jamille Cozzolino afirma que “o governo tem se dedicado diariamente para garantir uma saúde de qualidade para a população, com profissionais qualificados para um atendimento de qualidade dentro dos critérios da integralidade e equidade, de forma descentralizada, regionalizada e hierarquizada, sempre contando com a participação social através dos canais oficiais da Prefeitura”, finaliza.

 

Notícia anteriorMAGÉ REALIZA AÇÃO DE SAÚDE PARA OS AGRICULTORES
Próxima notíciaSUPERVISORES DO CRIANÇA FELIZ RECEBEM CAPACITAÇÃO SOBRE O GUIA DE VISITA DOMICILAR