ALUNOS DE MAGÉ GANHAM PRÊMIOS NA 11ª OLIMPÍADA BRASILEIRA DE SAÚDE E MEIO AMBIENTE DA FIOCRUZ

[responsivevoice_button voice="Brazilian Portuguese Female" buttontext="Ouvir"]

Que Magé tem educação de verdade todo mundo já sabe e os frutos da educação pública de qualidade estão sendo colhidos. Os alunos Luiz Daniel Silva e Pedro Henrique Carneiro, do 9º ano da Escola Municipal Evanir da Silva Gago, em Andorinhas, junto com o professor Valfrido Monteiro, criaram uma HQ Digital e foram vencedores nas etapas regional e nacional da 11ª edição da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente da Fiocruz (Obsma), na categoria Produção Textual.

“Nossa rede municipal tem 108 unidades e incentivamos todos os nossos profissionais, mais especificamente, diretores e professores, sobre a importância de práticas pedagógicas que incentivem os nossos alunos a ter gosto por estudar e aprender o conteúdo. Temos muitos projetos bacanas dentro das escolas públicas de Magé e ter alunos premiados nas duas categorias da OBSMA mostra que o trabalho está sendo muito bem feito. Quero parabenizar os alunos e o professor pela criatividade”, agradece a secretária de Educação e Cultura, Sandra Ramaldo.

“Rios de Ciências” foi o nome dado para uma História em Quadrinhos Eletrônica voltada para o uso em celulares e meios eletrônicos, a e-HQ ou e-comics (em inglês). Seu roteiro teve como base os temas saúde e meio ambiente, sendo discutidos e apresentados assuntos sobre cuidados com os ecossistemas aquáticos, como os rios, e cachoeiras e a Mata Atlântica de Santo Aleixo cercados pela população. Ao longo da história são destacadas as interações diretas e indiretas, positivas e negativas da população local e as relações de consumo, trabalho e lazer.

“Vale destacar que a construção da história da nossa HQ esteve sob à luz da teoria histórico-cultural de Vygotsky, os documentos da Educação Nacional, a cultura, a tecnologia e as linguagens dos alunos, os quais a receberam muito bem. E como surpresa deste trabalho fomos duas vezes premiados na OBSMA, com o 1º lugar da região Sudeste e também como destaque nacional dentre todas as regiões premiadas na categoria produção textual”, explica Valfrido Monteiro.

A OBSMA é destinada a alunos e professores da educação básica do ensino fundamental (6º ao 9º Ano) e do ensino médio e possui três modalidades de participação por nível de ensino: produção textual, projeto de ciências ou produção audiovisual. O evento de premiação contou com convidados especiais, como a médica e pesquisadora da Fiocruz, Margareth Dalcolmo, o médico e pesquisador emérito da Fiocruz, Akira Homma, além da jornalista Miriam Leitão e da presidente da instituição, Nísia Trindade Lima, e futura ministra de Saúde do Brasil.

“Toda a escola está muito feliz com a participação e com os prêmios recebidos. Eu como professor sigo sonhando com novas realizações e que a cada dia a nossa profissão possa ser mais valorizada para que possamos levar mais ciência, cidadania e transformação de vida dos nossos alunos”, destaca o professor.

Notícia anteriorMAGÉ EM DIA COM OS DIREITOS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS
Próxima notíciaINSCRIÇÕES ABERTAS PARA O EDITAL “MAGÉ DE MUITAS CULTURAS”