EDUCAÇÃO PARA ALÉM DA SALA DA AULA

Escola Municipal Parque Boneville tem projeto sustentável que contagia todo o bairro

A Escola Municipal Parque Boneville, em Magé, está há quatro anos realizando ações de educação ambiental e o ensino vai além da sala de aula. Localizado na área rural do município, nas margens do rio Iriri, as crianças e adolescentes não deixam a parte prática da educação de lado: o rio que antes era cheio de garrafas pets, hoje está livre da poluição graças a coleta dos alunos e professores. As ações fazem parte do projeto Sementes do Amanhã que teve o “Dia D”, nesta sexta-feira (8/10), onde os alunos plantaram 90 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica usadas na recuperação da mata ciliar e distribuíram outras 30 para a comunidade.

“Crianças e adolescentes têm que ser incentivados, por isso, criamos uma premiação para o aluno que trouxesse mais garrafas pets e latas. O primeiro prêmio foi uma bicicleta e de lá para cá, nunca mais paramos de fazer. No segundo ano foi um celular. Este ano também teremos premiação, mas ainda é surpresa. A garrafa é trazida pelo aluno, o ferro velho de Magé recolhe e o dinheiro é reinvestido na escola. O mesmo é feito com o óleo. Temos parceria com um restaurante do 1º distrito que doa metade do descarte e a sociedade civil do Parque Boneville também está criando o hábito de trazer para a gente”, conta Roberta Gomes, diretora da escola há oito anos.

As garrafas de óleo depositadas no fundo da escola, estão representadas nos stands, onde os alunos explicaram qual a importância do descarte correto deste material. A reciclagem de madeira e latas de tinta virou bancos de pallet e vasos de planta. As tampas de garrafa viraram brinquedo para as crianças. A horta vira almoço fresco e saudável.

“Todas as escolas da rede municipal de Magé já fazem um trabalho de conscientização. Já temos uma disciplina especifica que vai do sexto ao nono ano que trata exatamente do meio ambiente do município. A Escola Municipal Parque Boneville é referência nesse assunto”, afirma a secretária de Educação e Cultura, Sandra Ramaldo.

Outra forma de incentivo encontrada pelos funcionários da Escola Parque Boneville é utilizar o resultado da sustentabilidade para levar lazer aos alunos.

“Nós os levamos para um sítio e fizemos um churrasco para toda escola de graça. Fizemos também uma ceia de natal com bacalhau, rabanada, pernil e tudo que tem direito. A comunidade ajudou. Eles fizeram um bingo e doaram o dinheiro pra gente e o padeiro assou o leitão. Quando todos estão engajados, tudo flui com mais facilidade e é isso que queremos”, finaliza Roberta.

 

Notícia anteriorEDUCAÇÃO PATRIMONIAL RECEBE PRIMEIRA ESCOLA ESTADUAL EM GUIA DE PACOBAÍBA
Próxima notíciaMAGÉ DÁ AUMENTO PARA 2500 FUNCIONÁRIOS CONCURSADOS