MAGÉ AVANÇA NO TRATAMENTO DE ANEMIA FALCIFORME COM AMBULATÓRIO ESPECIALIZADO

 Contratação de mais um hematologista vai ampliar o atendimento à população

Magé conta com o Ambulatório de Doença Falciforme que é referência na Baixada Fluminense. Para ampliar e melhorar ainda mais o atendimento, a Prefeitura contratou um psicólogo, mais um hematologista e agora o exame de eletroforese, que detecta se a pessoa tem a doença ou traço, é feito dentro da cidade. São 201 pacientes assistidos, sendo 141 portadores de traço e 60 da Doença Falciforme.

“São muitos avanços no nosso Ambulatório. Contratamos mais um hematologista para atender a nossa demanda. Antes, o médico atendia a cada dia 15 dias, agora toda semana teremos um hematologista no ambulatório. Outra novidade é a contratação de um psicólogo que vai ajudar na saúde mental dos nossos pacientes. Temos uma equipe multiprofissional com dois hematologistas, um clínico geral, um pediatra, um psicólogo, um assistente social, enfermeiro, técnico de enfermagem e equipe administrativa, tudo para melhor atender aos mageenses”, explica Izabel Gama, coordenadora do ambulatório.

A Doença Falciforme é um nome utilizado para as doenças causadas pela presença de uma Hemoglobina anômala, a Hemoglobina S nos glóbulos vermelhos. As células morrem prematuramente, causando uma escassez de glóbulos vermelhos saudáveis (a anemia), e podem obstruir o fluxo sanguíneo, causando dor (crise de dor), infecções, dores e fadiga são os principais sintomas da doença.

As novidades não param por aí. Agora o exame de eletroforese de hemoglobina também é feito em Magé. Além disso, os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) também estão sendo capacitados para falar sobre a doença nas visitas domiciliares.

“O exame de eletroforese agora é feito no município, porque foi comprado o material e antes tínhamos que mandar o paciente para outra cidade. Agora todo tratamento é feito em Magé. O exame também poderá ser colhido no pré-natal para investigação se a gestante tem traço ou a própria doença. Outra novidade é que os ACSs estão recebendo capacitação e já visitamos 10 Unidades de Saúde da Família, onde capacitamos toda a equipe para falar sobre a doença falciforme com os assistidos. São muitos avanços com essa gestão e o nosso serviço humanizado está a cada dia melhor com os investimentos feitos”, frisa a coordenadora.

Para acesso do serviço, o cidadão pode ir direito à unidade ou procurar a USF mais próxima de casa que também faz o encaminhamento. O ambulatório funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no térreo da Secretaria Municipal de Saúde, na Rua Pio XII, nº 35 – Centro, Magé.

Notícia anteriorCHAMADA EXTRA: ASSISTÊNCIA SOCIAL CONVOCA APROVADOS PARA ESTA SEXTA (3)
Próxima notíciaASSISTÊNCIA SOCIAL CAPACITA CONTRATADOS PARA O ‘CRIANÇA FELIZ’ EM MAGÉ