GUARDAS AMBIENTAIS PARTICIPAM DE PRIMEIRO CURSO DE FORMAÇÃO DE MAGÉ

Criada em 2012, instituição está recebendo aulas de combate a crimes ambientais

Os guardas ambientais de Magé estão participando de um inédito curso de formação de Combate a Crimes contra o Meio Ambiente com 200 horas/aula no total. As noções de legislação, educação ambiental, resgate de animais, combate a incêndios florestais e primeiros-socorros em ambientes de mata, dentre outras, estão sendo ministradas no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), em Santa Dalila, às segundas, terças e sextas-feiras. “É um curso histórico, pois se trata da primeira vez que guardas ambientais de Magé passam por esse tipo de formação. Vai nos ajudar bastante na defesa das áreas de proteção do município”, disse o secretário de Meio Ambiente, Sílvio Furtado.

Chefe da Guarda Ambiental de Magé (GAM), William Carvalho fez questão de frisar que a instituição passa por um momento especial. “A Guarda está completando dez anos em 2022 e nada melhor do que o primeiro curso de formação da categoria para comemorar a data. Além disso, estamos também com novos uniformes prontos para serem usados”, relatou. Todos os 19 funcionários da GAM estão participando das aulas. Oito deles chegaram à Guarda Ambiental em fevereiro deste ano, depois que o prefeito Renato Cozzolino convocou os aprovados no concurso público de 2012. “Com guardas mais preparados, vamos conseguir fazer um trabalho pontual e imediato”, reforçou o secretário Furtado.

O curso de formação conta com diversos especialistas na área ambiental como professores, dentre eles engenheiros civis e agrônomos, biólogos e bombeiros. Todos os participantes receberão um certificado de conclusão durante a formatura, que deve acontecer antes do dia 9 de junho, aniversário dos 457 anos da cidade. Além dos guardas ambientais, a Prefeitura de Magé também investiu em outro curso de qualificação profissional para os servidores da Secretaria de Meio Ambiente em julho de 2021. Funcionários da SMMA participaram de três dias de aula para discutir normas, leis e diretrizes para a concessão de licença para empreendimentos e atividades que utilizam de recursos ambientais.

(Fotos: Gustavo Luzório)

Notícia anteriorMAGÉ RETOMA SERVIÇO DE PERNOITE PARA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA
Próxima notíciaMAGÉ CONSCIENTIZA SOBRE IMPORTÂNCIA DA SAÚDE MENTAL MATERNA