MAGÉ CAPACITA PROFISSIONAIS E CONSELHEIROS EM DIREITOS HUMANOS

A Prefeitura de Magé, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, deu mais um passo na execução de políticas públicas voltadas ao atendimento dos direitos às minorias. Foi iniciada, nesta quarta-feira (10-11), em parceria com a Subsecretaria Estadual de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos, a primeira capacitação dos profissionais que atuam nos equipamentos públicos e conselhos municipais. O primeiro dia da formação continuada deu atenção especial à garantia dos direitos da população LBGTQIA+ e a luta contra a discriminação racial e a intolerância religiosa.

Segundo a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Flávia Gomes, a capacitação faz parte do compromisso do governo do prefeito Renato Cozzolino em promover uma política igualitária de direitos humanos em todos os segmentos, como saúde, educação, entre outros.

“É importantíssima esta iniciativa porque os profissionais dos CRAs, CREAS, conselheiros tutelares e dos outros conselhos de direitos têm que estar aptos e capacitados para atender qualquer tipo de pessoa, seja relacionado à violência contra a mulher, idoso, criança, pessoa com deficiência e LGBTQIA+, de forma humanizada e que os direitos de todas as minorias sejam atendimentos na prática”, argumentou a secretária destacando ainda que a inédita formação continuada é um “primeiro passo para instituir, de fato, uma política específica abraçando também as pessoas LGBTQIA+ de forma igualitária e prioritária como os demais públicos em nosso governo”, completou Flávia.

A coordenadora do Centro de Cidadania LGBT Baixada I, Sharlene Rosa, parabenizou a iniciativa da Prefeitura de Magé de priorizar as políticas públicas voltadas aos públicos diversos.

“Fico feliz de estar em Magé, com o acolhimento e comprometimento do prefeito Renato Cozzolino, da secretária de Assistência (Flávia Gomes) e da primeira-dama (Lara Torres), para ampliar os conhecimentos dos profissionais e conselheiros que atuam na ponta com a população“, ressaltou a coordenadora do Centro de Cidadania LGBT da Baixada, que fica em Duque de Caxias.

A formação continuada segue na quinta-feira (11) na Casa dos Conselhos, com equipe de assistente social, psicóloga, advogado e outros profissionais da Subsecretaria Estadual de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos.

Fotos: Phelipe Santos

Notícia anteriorMAGÉ ESTABELECE NOVAS REGRAS PARA VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19
Próxima notíciaMAGÉ PARTICIPA DE FESTIVAL DE TURISMO EM GRAMADO