MAGÉ INAUGURA INSTITUTO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE

Unidade possui capacidade para atender até 32 idosos em um espaço acessível e acolhedor

Os idosos sem vínculo familiar e em situação de vulnerabilidade em Magé passaram a ter um centro de acolhimento na cidade. A Prefeitura inaugurou o Instituto de Longa Permanência para os idosos, na última sexta-feira (20/08), localizado no Jardim Novo Horizonte, no 6º distrito. Com capacidade para receber até 32 pessoas acima de 60 anos, distribuídas em acomodações femininas e masculinas, o ILPI foi planejado de acordo com as normas de acessibilidade e estruturado para ser um espaço acolhedor. “Fizemos o instituto como se fosse a nossa própria casa, onde os idosos irão conviver em harmonia e se sentir bem. Encontramos uma unidade abandonada e reformamos com tudo da melhor qualidade possível”, destacou o prefeito Renato Cozzolino.

“O ILPI está de portas abertas aos idosos que necessitam de atenção e estão abandonados. Aqui, eles poderão encontrar uma família, a família ILPI. Tenho certeza que vai ser um diferencial na vida de muitas pessoas”, frisou Renato Cozzolino, acompanhado da primeira-dama, que abraçou o projeto desde o início da atual gestão. “Enfim Magé tem um lar para os nossos idosos. É motivo de muito orgulho! A gente trabalhou muito para que isso acontecesse e para que pudéssemos entregar essa casa de acolhimento com muito carinho e amor. A sensação é de dever cumprido”, contou Lara Torres, emocionada.

Quem também acompanha o espaço do ILPI desde o início é o Wedes Paulo. Ele foi morador de rua e estava no terreno abandonado do instituto quando a equipe da Prefeitura chegou ao local para visitar a unidade e identificar as reformas que deveriam ser feitas. Ao conhecer a história de Wedes, o prefeito o incorporou à equipe do ILPI, onde hoje trabalha como vigia. “Eu olho para essa instituição hoje e não tenho palavras porque eu vi o início, eu vi o meio e agora participo desse novo início. Não tem como eu descrever o sentimento que eu estou hoje. Acho que o próprio governo já diz tudo: é governando com amor. O maior sentimento que eu estou hoje é o amor”, relatou Wedes.

A secretária municipal de Assistência Social, Flávia Gomes, explicou como os interessados ou as pessoas que conhecem idosos que estejam em estado de vulnerabilidade precisam proceder: “O Instituto de longa permanência para idosos é para pessoas que não possuem vínculos familiares. As pessoas que tiverem idosos nessa situação, precisam procurar o CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) porque, através do CREAS, essas pessoas vão ser atendidas e selecionadas para ver se possuem perfil para entrar no ILPI”, explicou.

Fotos: Gilson Jr

Notícia anteriorMEIO AMBIENTE E INFRAESTRUTURA RETIRAM 600 KG DE LIXO DO PARQUE BARÃO DE MAUÁ
Próxima notíciaPRAÇA COM ÁREA DE LAZER É ENTREGUE À POPULAÇÃO NO JARDIM NOVO HORIZONTE